Avidyā e idolatria: diálogo necessário frente ao mal de nosso tempo